8.25.2014

Como comunicam os nossos bichos?

(Fotografia por Vera Carvalho)

Os cães e os gatos têm a sua própria linguagem para comunicarem entre os membros da sua espécie, que geralmente são uma variedade de sinais corporais, expressões, movimentos e sons. Além disso, também se servem de todos os sentidos, o que explica algumas questões como a marcação. Os cães e os gatos, utilizam praticamente todas as partes do seu corpo para comunicar e é também por isso que não devemos amputar as orelhas e caudas dos nossos cães, o que aliás, em Portugal não é permitido excepto por questões médico-veterinárias.


 Assim, para entendermos o seu comportamento, precisamos de reconhecer a variedade de sinais a que temos que estar atentos e analisá-los no seu conjunto. Ao contrário do que podemos pensar, a capacidade de comunicar de um animal não se mantém igual ao longo da sua vida, pois tal e qual como tudo o resto, os seus sinais podem ser mais frequentes quando reforçados ou desaparecem por falta de reforço.

 Para começarmos a compreender melhor a linguagem dos nossos animais, o ideal é passarmos algum tempo a observá-los e à forma como interagem entre si. Se não tivermos esta oportunidade podemos procurar vídeos ou imagens online. Também podemos e devemos ler mais sobre este assunto, visto que infelizmente, o facto de não compreendermos o que os nossos animais nos querem dizer é que a causa de muitos problemas. Mas claro o mais importante é aprender a reconhecer e a interpretar o que significam as manifestações que vemos, não apenas a reconhecê-las :)




Um livro essencial é “A Linguagem dos Cães - Os Sinais de Calma” (que podem adquirir aqui e ajudar a financiar o projecto Mi-Au), que é de leitura muito simples mas contém muita informação sobre como os cães comunicam sinais de apaziguamento. Também podem pesquisar informação na internet como este texto sobre comunicação felina, que fala de alguns aspectos como diferentes tipos de vocalizações dos nossos gatos, os olhos ou as caudas.  Neste texto de comunicação canina podemos ver não só descrições mas também fotografias para compreendermos aquilo que é dito. Experimentem ler sobre este assunto e vão ver como começam a reconhecer sinais que ainda não se tinham apercebido que os vossos animais utilizavam :)


Sem comentários:

Publicar um comentário